Instalação Gentoo – Stage e Portage

Seguindo com o handbook:

Verificar horários com o date: Tudo ok =) (nunca tive problemas nessa parte)

Ok, baixando:

Por algum motivo, minha interface de rede não estava funcionando. Um simples “ifconfig eth0 up” deu o jeito.

Depois foi só abrir o links na página de mirrors e escolher o da UFPR e começar a baixar o stage3.

Ok. stage baixado. Extrair com “tar xvjpf stage3*.tar.bz2″ (Fiquei com curiosidade de saber se o verbose impacta em algo no tempo de extração, mas com ele foi bem rápido, até. Levou uns 30 segundos).

Depois do stage vem o portage. Baixar, e extrair. Dessa vez contei o tempo, que foi 5m32.900s.

/etc/make.conf :

Aqui sempre vou sem nada agressivo.
CFLAGS=”-march=corei7-avx -O2 -pipe”
CXXFLAGS=$CFLAGS
CHOST=”x86_64-pc-linux-gnu”
MAKEOPTS=”-j6″

-march=corei7-avx:
É a arquitetura pra processadores Core i{3,5,7} com Sandy Bridge. (http://en.gentoo-wiki.com/wiki/Safe_Cflags/Intel#Core_i7_and_Core_i5.2C_Xeon_55xx)

Não coloquei -march=native porque não sabia como fazer pra saber qual arquitetura o gcc especificaria.

MAKEOPTS=”-j6″:
Como tenho bastante memória, resolvi botar 2 processos a mais do que o número de cores, pra tentar deixar o mínimo possível de tempo em idle e também evitar thrashing (ao contrário de metal, thrashing no SO é ruim =( ).

Não alterei em nada minhas USEFLAGS, geralmente deixo pra depois.

Percebi que extrai o portage pra / e não pra /usr. Extraí novamente (agora no lugar certo) sem verbose, e levou 2 minutos =)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: